Como dar um cheque mate mostrando seus resultados

Empregos

Hoje em dia com a política de redução de custo sendo implantada pelas empresas, a contratação de pessoal está se tornando cada vez mais acirrada e com isso os recrutadores estão sendo cada vez mais exigentes na hora de realizar uma contratação.  Isso principalmente para um candidato que almeja assumir um cargo que requer uma visão estratégica.

Coloque na experiência profissional, além das atribuições que o cargo exigia todos os seus resultados que você obteve no período em que trabalhou na determinada empresa, ou seja, procure ilustrar com números as metas atingidas e os objetivos alcançados:

 

Exemplo:

    • Com a inauguração da filial de Fortaleza, consegui um aumento na ordem de 15% nas da empresa, representando um acréscimo de R$ 1 milhão de reais em seu faturamento mensal. 
    • Consegui uma redução em 20% nos custos comerciais, representando um volume de R$ 150.000,00 em virtude da implantação de um programa de redução de custo.

 

Enfim, observe que esse tipo de colocação chama a atenção do recrutador, você está valorizando todo o seu esforço profissional e mostrando que tem capacidade de fazer igual, ou melhor, na empresa dele.

O principal objetivo do currículo deve ser mostrar para o recrutador o seu verdadeiro potencial agregando valores com os resultados obtidos nas empresas que você já trabalhou.

O que chama a atenção dos recrutadores é na verdade o resumo de qualificação profissional logo no início, após o Objetivo. Este feito faz com que o recrutador já tenha de início uma noção resumida de suas principais qualidades pessoais e profissionais, portando, acaba levando-o a prosseguir com a leitura do seu currículo.

Com apenas seis itens você consegue dar uma boa noção para o recrutador:

 

Resumo das suas qualificações:

  • Tenho mais de 18 anos de experiência como Mecânico Industrial.
  • Tenho profundo conhecimento em mecânica, elétrica e mecatrônica.
  • Habilidade em montar, gerenciar e motivar equipes de trabalho.
  • Possuo domínio total nas ferramentas de informática, com ênfase para o meu setor de trabalho.
  • Sou uma pessoa dinâmica e de fácil relacionamento. Considero-me um profissional forte em controles industriais.
  • O meu forte é o espírito de equipe e de liderança. Sou um profissional focado em objetivos e prezo conquistar resultados.

 

Viu como é fácil? Em apenas seis linhas você traça um perfil completo para o recrutador. 

Um dos erros gravíssimos de um candidato é não mencionar os idiomas no currículo. Eu recebo centenas de currículos diariamente e dezenas deles não constam os idiomas falados.  Hoje em dia é impossível um candidato que esteja querendo concorrer a uma vaga de emprego, não saber pelo menos o inglês básico. Não mencionar o nível de conhecimento desses outros idiomas pode se tornar um erro gravíssimo, e até mesmo um sério transtorno.

Se vocês fizeram algum ou alguns cursos no exterior ou trainees é de fundamental importância que você coloque no seu currículo, mesmo que esses cursos ou os trainees sejam de entregador de pizza. Lembre-se que o seu currículo é a sua vida profissional resumida e se nele constar essas informações com certeza você ganhará mais crédito com o recrutador. Por isso não tenha vergonha de dizer como foi a sua vida lá fora.

Uma dica: não vale a pena enganar. Com a alta tecnologia que temos hoje, você pode ser surpreendido com um teste cara a cara, ou o recrutador pode ter levantado a sua vida profissional pela internet e você acabando se dando mal. Aliás, se descobrirem qualquer tramoia no seu currículo você será dispensado na hora e poderá se queimar pelo resto da visa.

O critério é o seguinte: ou você sabe falar fluentemente outro idioma, ou não sabe. É melhor você falar que seu inglês é apenas básico, ao invés de dizer que sabe se virar muito bem. Portanto, cuidado ao colocar no currículo que seu inglês é fluente. Nunca deixe de explicar esse grau de fluência.

O importante é que você seja objetivo, sincero com você mesmo e não tentar enganar o entrevistador. Reflita comigo um pouco! Quem consegue crescer em uma empresa hoje em dia sem falar inglês e espanhol? É praticamente impossível isso acontecer. Com a China crescendo como está, acredito que até o mandarim será necessário, então procure investir em um bom curso e siga em frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *